quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Entrevista com o meu pai !

Postarei aqui uma entrevista que foi feita com meu pai nos últimos dias. Conhecendo um pouco dele, conhecerão um pouco mais de mim... boa leitura!


"Eu tenho muito orgulho da minha família"

A afirmação é de seu Josué Diniz e, aos 68 anos de idade e muito tranqüilo, ele vive há 30 anos no bairro Bandeirantes e se considera satisfeito com sua história


Seu Josué: dedicação de uma vida à família.


O rosto sereno revela algumas marcas da vivência. Os olhos claros contam com a ajuda dos óculos para enxergar. Mesmo com leveza, percebe-se que ele já trabalhou bastante. A postura firme, de quem gosta das coisas retas, como o próprio seu Josué Diniz diz, cede lugar a um sorriso ao falar de suas paixões: a família, a religião, o Santos Futebol Clube, o trabalho.

Um empreendedor que veio de longe. "A gente que é criado no norte é ensinado a fazer as coisas certo", ressaltou o paraibano que escolheu Londrina por terra desde 1962.
Ele começou a formar sua família há 45 anos. Seu Josué, morador do jardim Bandeirantes, na região oeste de Londrina, já foi entregador e cobrador numa loja de departamentos, a mesma desde que começou a trabalhar, e fiscal do Sindicato dos Carregadores e Arrumadores de Londrina. "Eu nunca bebi, fumei ou joguei. Aí guardei meu dinheiro e casei", contou seu Josué, aos 68 anos de idade.
A esposa, Dona Cleonice, inspirou um romance que exigiu persistência: o namoro por cartas. Namoraram três anos e os últimos meses foram vividos assim, na ansiedade de esperar o correio. Finalmente, em julho de 1974 o casamento foi realizado.Os filhos não demoraram para chegar e o casal recebeu Joenice um ano depois da união. Quatro anos mais tarde, dona Cleonice deu a luz a José Ricardo e, novamente, passados mais quatro anos, Jeferson veio ao mundo.
Família formada, o patriarca buscou dedicar-se às provisões do lar. Trabalhar, construir a casa, criar os filhos. O investimento maior, para ele, é a educação. "Graças a Deus meus três filhos estudaram, são formados na faculdade", orgulha-se.
Casa menos cheia agora, afinal, a Joenice menina tornou-se Joenice mulher. É esposa, mãe e presenteou os pais com duas netas, Giovana e Júlia. José Ricardo também bateu asas do ninho. É seminarista e logo se tornará padre. Resta Jeferson, que já tem data certa para se mudar. Ele vai casar em julho do ano que vem. O pai ainda se preocupa com os passos do filho. "Eu gostaria de ter feito uma casa para ele, mas não tive jeito de fazer, só pude dar o terreno.
"Descontraído, seu Josué agora quer descansar, disse que gosta de participar dos trabalhos da igreja. "Eu faço parte da equipe econômica e da equipe do dízimo." Além da paróquia, a pequena chácara propicia um tempo de lazer. Seu Josué descontrai cuidando das plantas, pintando as paredes da casa.Para o homem disciplinado, a vida foi generosa na medida em que construiu suas bases e agora é tempo de desfrutar das conquistas. "Tenho muito orgulho da minha família, não posso reclamar de nada, não."
Um remorsoApesar de toda a satisfação que demonstra, seu Josué guarda um sentimento não muito feliz. Nos tempos de juventude, fazia hora extra, não se importava em trabalhar até a meia-noite, se fosse preciso. Nesta época, o pai dele adoeceu. "Eu passei a trabalhar mais ainda para mandar dinheiro para ele", conta. Contudo, tempos depois descobriu que a necessidade maior do pai não era material.Quando contabiliza os possíveis arrependimentos ao longo desses anos, o maior - e talvez único - vem à mente rapidamente. "Hoje eu sei que eu devia é ter ido ver ele e não ter trabalhado mais. Era isso que ele queria."
É natural um pai querer bem os filhos. Para ele, os filhos devem ser motivo de alegria em um lar. Seu Josué não foge do papel zelador de pai e tem uma palavra para os jovens atuais. "Os jovens devem se integrar à sociedade, não se drogar, roubar, matar. Isso destrói vidas e acaba com famílias inteiras.

2 comentários:

  1. ...além de todas essas qualidades ressaltadas, digo que o seu Josué, é muito querido por todos que o conhecem nao só aqui no bandeirantes onde ele mora, pelo seu jeito prestativo e divertido! Testemunho estas qualidades principalmente sua solicitude, e agradeço por toda a força q ele nos deu na ocasiao das exéquias do pai do Thiago! Muito Obrigada Deus por ter conhecido esta família maravilhosa!!! Amamos mt vcs

    ResponderExcluir
  2. sylvia testa braga9 de outubro de 2009 09:04

    Meu querido frater Riocardo... adorei ler esse testemunho vindo do fundo de seu coração para o meu coração.Que familia maravilhosa voce tem Conheci seus pais e vi que são pessoas lindas por fora e por dentro.. vê-se que são cheias de Deus.. e deram a voces tres filhos , orientações para a vida baseadas nas leis e nos principios religiosos onde Deus, nosso Pai e Senhor é o ápice para nossas vidas.... Parabéns , frater , e agradecemos a Deus por ter permitido que nasceste nessa tão linda família...é por isso que és tão divino e maravilhoso... Sabia que sua família , Deus e nós da Comunidade São João Batista temos um orgulho enorme de voce. e, agradecemos por estar junto a nós , nos orientando. , nos ensinando, e nos dando tanto carinho .... QUE DEUS O ABENÇÕE .... FRATER RICARDO..... Moras no meu coração. e eu o amo muito , muito ... conte sempre com esta amiga sylvia testa braga..... beijos no seu coração.

    ResponderExcluir